A Bíblia diz que Maria Madalena era uma endemoninhada. Jesus expeliu dela sete demônios (Lc 8:2). Não temos muitos detalhes do passado dessa mulher, mas, certamente, não foi um passado que agradasse a Deus. Mas essa mulher teve a coragem de superar o seu passado e ser uma grande serva do Senhor Jesus. Ela é mencionada sempre em companhia dos discípulos e foi a primeira a saber e crer na ressurreição de Jesus Cristo (Mt 28:1). Foi uma mulher que mostrou uma superação inigualável, um verdadeiro retrato da transformação que Deus opera na vida das pessoas.

Maria Madalena seguiu, fielmente, Jesus por três anos. Ela, com outras mulheres, O servia e sustentava com os poucos recursos que possuía. Para ela, estar convivendo com o próprio Deus era um céu… ouvir Seus ensinamentos, crescendo cada dia mais, ver seus milagres e viver encantada com tamanho poder.

Como Maria Madalena estava sempre com o Senhor, ela pôde, então, vê-Lo sendo preso por causa da traição de Judas, sendo açoitado, acorrentado, tendo em Sua cabeça uma coroa de espinhos. Ela foi testemunha dos momentos em que Ele ficou calado nada fazendo por Si mesmo. Ele tinha uma missão a cumprir. Ele tinha que tornar real o plano que Deus tinha para nos salvar porque “sem derramamento de sangue não há remissão” (Hebreus 9:22b).

Ela estava:

1- Entre as mulheres que assistiram à morte de Cristo;

2- Entre as mulheres que viram Nicodemos e José de Arimatéia tirarem o corpo já morto de Jesus da cruz;

3- Entre as mulheres que os viram envolver o Senhor morto em mirra e aloés;

4- Entre as mulheres que viram o sepulcro do Senhor ser fechado com uma grande pedra.

O Senhor decidiu aparecer, primeiramente, a Maria Madalena, uma mulher. Não foi aos discípulos, nem aos apóstolos, nem a uma grande autoridade, mas foi a uma mulher cujo amor pelo Senhor a colocou junto à cruz.

Juntas à cruz do Salvador se encontravam muitas mulheres que O amavam. Muitos eram os homens que O amavam, mas poucos eram os que se encontravam lá.

O que mais Maria desejava em sua vida? Nada poderia satisfazê-la mais do que seguir a Jesus passo a passo.

Muitas de nós seguimos a Jesus um passo sim e um passo não. Este nosso caminhar não agrada a Deus. A nossa dedicação a Ele deve ser total.

Que assim como Maria Madalena que se prostrou junto à cruz do seu Salvador, nós também nos prostremos aos Seus pés para reverenciá-Lo, adorá-Lo e louvá-Lo.

Que assim como Maria Madalena que foi anunciar que Cristo havia ressuscitado, sejamos também mensageiras do Senhor, anunciando ao mundo que Jesus ressuscitou e que só Ele pode dar a vida eterna a todo aquele que nele crê.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here