O Evangelho de Marcos é um dos quatro evangelhos na Santa Bíblia e é o segundo livro em ordem cronológica apresentado no Novo Testamento. Marcos (João Marcos era o seu nome completo) era um amigo de Simão Pedro, um dos 12 apóstolos que seguiram Jesus Cristo durante o Seu ministério público na terra. Pedro foi o nome dado a Simão por Jesus pessoalmente (Marcos 3:16). Pedro era muito próximo de Jesus e depois da crucificação de Jesus na cruz romana foi um dos fundadores da igreja Cristã primitiva. Apesar do livro ter sido escrito por Marcos, acredita-se que os fatos aqui registrados são as narrativas de Pedro durante o seu ministério com Jesus. O consenso entre os estudiosos é que o livro de Marcos foi escrito entre 50 e 60 D.C.

O autor é mencionado várias vezes no Novo Testamento, começando no livro de Atos, capítulos 12 e 13, em Colossenses 4:10 e finalmente em 2 Timóteo 4:11. O livro de Marcos foi provavelmente escrito na Itália, e talvez em Roma. Esse livro tem 16 capítulos e é o mais curto dos quatro evangelhos. No entanto, os detalhes dos eventos e milagres de Jesus nesse livro são consistentes com os outros três evangelhos: Mateus, Lucas e João.

O Evangelho de Marcos é dividido em sete seções que descrevem a vida e o ministério de Jesus Cristo. O primeiro capítulo começa com uma citação de Isaías, um profeta do Velho Testamento, e João Batista, o qual profetizou sobre a vinda do Messias. Esse capítulo também detalha o batismo e a tentação de Jesus. O começo da segunda seção do livro descreve o momento quando Jesus convida Simão Pedro e seu irmão André para fazerem parte do Seu ministério juntamente com mais dez discípulos (Marcos 1:14-20).

Jesus começa a executar milagres durante a segunda seção do livro (veja Marcos 1:21), conhecida também como o seu Ministério Galileu pelo versículo 6:29. Seção três descreve a saída de Jesus e Seus discípulos da Galileia e o milagre de alimentar 5000 pessoas com cinco pães e dois peixes (Marcos 6:37-44). Esse capítulo também descreve o milagre de Jesus andando sobre as águas (Marcos 6:49), a confissão de Pedro de que Jesus era o Messias (Marcos 8:29) e a transfiguração (Marcos 9:2-5).

Na última parte dessa seção, Jesus prediz sua morte e ressurreição (Marcos 9:32). Seção quatro, começando com o versículo 9:33, cobre o período quando Jesus vai até Cafarnaum e prega aos Seus discípulos sobre quem é o maior (Marcos 9:36) e vários outros assuntos. Jesus então vai até a Judeia na seção cinco, começando com o capítulo 10. Lá, Ele ensina sobre vários assuntos, executa o milagre de restaurar a visão de um homem cego que demonstra fé (Marcos 10:52) e novamente prediz a sua morte e ressurreição aos Seus discípulos (Marcos 10:33, 34). Capítulos 11 a 15 começam com sua entrada triunfal em Jerusalém montado em um jegue (Marcos 11:1-11). Em Jerusalém, Jesus ensina muitas lições ao responder várias perguntas, ao contar parábolas e ao dar advertências às pessoas. A Santa Ceia é mencionada várias vezes nos versículos 14:17-26. Jesus então é preso, julgado e crucificado na cruz. A última seção do livro de Marcos detalha a ressurreição de Jesus Cristo do túmulo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here