bodas

Então Jesus, tomando a palavra, tornou a falar-lhes em parábolas, dizendo:

O reino dos céus é semelhante a um certo rei que celebrou as bodas de seu filho;

E enviou os seus servos a chamar os convidados para as bodas, e estes não quiseram vir.

Depois, enviou outros servos, dizendo: Dizei aos convidados: Eis que tenho o meu jantar preparado, os meus bois e cevados já mortos, e tudo já pronto; vinde às bodas.

Eles, porém, não fazendo caso, foram, um para o seu campo, outro para o seu negócio;

E os outros, apoderando-se dos servos, os ultrajaram e mataram.

E o rei, tendo notícia disto, encolerizou-se e, enviando os seus exércitos, destruiu aqueles homicidas, e incendiou a sua cidade.

Então diz aos servos: As bodas, na verdade, estão preparadas, mas os convidados não eram dignos.

Ide, pois, às saídas dos caminhos, e convidai para as bodas a todos os que encontrardes.

E os servos, saindo pelos caminhos, ajuntaram todos quantos encontraram, tanto maus como bons; e a festa nupcial foi cheia de convidados.

E o rei, entrando para ver os convidados, viu ali um homem que não estava trajado com veste de núpcias.

E disse-lhe: Amigo, como entraste aqui, não tendo veste nupcial? E ele emudeceu.

Disse, então, o rei aos servos: Amarrai-o de pés e mãos, levai-o, e lançai-o nas trevas exteriores; ali haverá pranto e ranger de dentes.

Porque muitos são chamados, mas poucos escolhidos. Mateus 22:1-14

Bodas do Filho do Rei é a discussão entre Jesus e as autoridades religiosas judaicas. Esse embate começou no capítulo anterior (21) após dois eventos importantíssimos: a entrada triunfal e a purificação do templo. Então, sendo questionado pelos religiosos judeus, Jesus usou três parábolas, sendo elas: a Parábola dos Dois Filhos, a Parábola dos Lavradores Maus e a Parábola das Bodas.

Basicamente, o ensino principal de Jesus nessa discussão é que o reino foi rejeitado pelos herdeiros e, portanto, o reino foi oferecido a outros.

A parábola trata inicialmente sobre a questão da rejeição de Israel ao Evangelho. Jesus deixa claro que os judeus foram convidados, mas eles recusaram, fizeram pouco caso da autoridade do Rei, ignoraram o convite, menosprezaram o Filho do Rei e ainda espancaram e mataram os servos que o Rei havia mandado para generosamente convidar-lhes ao reino dos céus.

No dia das bodas o Senhor dirá que nunca os conheceu (Mt 7:22,23). Só estarão vestidos realmente com vestes de linho fino (Ap 19:8), aqueles “poucos escolhidos”. Estes, realmente escutaram o chamado “vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos” (Mt 11:28), e foram recebidos com graça, porque foi o Pai quem os trouxe (Jo 6:44) e jamais serão lançados fora (Jo 6:37).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here