perdoar

Depois que Jesus foi levado em custódia no Jardim do Getsêmani, Pedro seguiu secretamente para ver o que iria acontecer. Três vezes, Pedro foi identificado como alguém que conhecia Jesus. No entanto, Pedro negou conhecer Jesus por três vezes, mesmo xingando durante a última negação. Naquele momento, Pedro havia negado Jesus três vezes. Jesus lhe tinha dito que iria acontecer, quando Pedro orgulhosamente disse que nunca negaria Jesus. Após o reconhecimento, Pedro saiu e chorou amargamente.

Depois da ressurreição, Jesus, Pedro, e outros estavam sentados em uma praia e Jesus perguntou a Pedro três vezes se ele o amava. Ele afirmou diretamente que ele amava Jesus. Pedro ensinou sobre o amor e perdão mais tarde, em 1 Pedro 3: 8-9 e 1 Pedro 4: 8.

Mat. 5:44-48 Eu, porém, vos digo: Amai os vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem; somente assim podereis ser filhos do vosso Pai celeste, porque ele faz nascer o seu sol sobre maus e bons, e vir chuvas sobre justos e injustos. Porque se amardes os que vos amam, que recompensa tendes? Certamente os coletores de impostos fazem o mesmo. E se saudardes somente os vossos irmãos, que há de extraordinário nisso? Até os pagãos fazem o mesmo. Vossa bondade não deve ter limites, assim como a bondade de vosso pai celeste é ilimitada.

Avaliemos o “custo” de deixarmos Deus lidar com nossos “inimigos”. Ele pode abençoá-los, prosperá- los, e salvar suas almas eternamente – ao invés de matá-los com um raio. Pois Deus é assim, e é o que Ele tem feito até agora. E pode ser que isso não satisfaça nossa vontade. Se “abrirmos mão” e deixarmos Deus agir, pode ser que Ele perdoe, abençoe e ame aqueles contra quem maquinamos e espumamos de raiva, e pode ser que ainda nos dê o mesmo tipo de atitude “tola” I Cor. 1:25

Aprendemos que segundo Deus o arrependimento muitas vezes vem em um momento de reconhecimento do nosso pecado. As vezes não é preciso nem palavras para o perdão, como quando Jesus e Pedro se olharam. Depois da ressurreição, quando Jesus perguntou a Pedro três vezes se ele o amava, ele ofereceu uma oportunidade para Pedro afirmar o seu amor por Jesus três vezes em oposição às suas três negações.

Às vezes, o perdão não pode ser diretamente, mas comportamentos exteriores e afirmação pode demonstrar um coração arrependido. A oportunidade deve ser dada para o ofensor para reafirmar a sua vontade de perdão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here